Caso Neymar,  Últimas Notícias

Caso Neymar: Mulher Entregou Imagens Comprometedoras à Polícia

Após repercussão de vídeo em que expunha fotos íntimas da mulher que o denunciou, Neymar apagou a publicação do Instagram. O caso é alvo da Polícia Civil do Rio, que investiga o atacante da seleção brasileira pela divulgação do material.

Após divulgar vídeo em que apareciam fotos íntimas da mulher que o denunciou por estupro, o jogador Neymar apagou na madrugada desta segunda-feira (3) a publicação do Instagram. O caso é alvo da Polícia Civil do Rio, que investiga o atacante da seleção brasileira pela divulgação do material.

No vídeo, Neymar mostrava o histórico de sua conversa com a mulher que acusou o jogar de a ter estuprado no dia 15 de maio, em Paris – onde ele atua pelo Paris Saint Germain. No dia 16, a jovem abriu um Boletim de Ocorrência em 6ª delegacia de defesa da mulher, em Santo Amaro, em São Paulo.

A mulher que acusa Neymar de estupro, na França, entregou à polícia algumas imagens das conversas que teve com o atacante, sendo que estes novos documentos foram anexados ao boletim de ocorrência registrado na última sexta-feira.

De acordo com informações do UOL, essas imagens mostram Neymar em um tom agressivo com a vítima, antes do encontro num hotel da capital francesa, e seriam bastante comprometedoras.

Diferente de Neymar, a moça preferiu não expor a conversa a público. Já o atacante usou suas redes sociais para mostrar o bate-papo que teve com a mulher pelo whatsApp – inclusive, por conta disso, ele será investigado por “vazar” fotos íntimas da mulher, sem sua permissão.

“Divulgar as imagens da mulher nua é  crime, com punição de um a cinco anos de prisão”, disse o advogado criminalista Eugenio Pacelli em conversa ao portal IG. ” Claro que o jogador vai dizer que fez isso em tentativa de se defender, para demonstrar que tudo o que houve entre eles era consentido, mas essa exposição é uma infração”, garantiu ele.

Os trechos das mensagens trocadas que a vítima entregou às autoridades não estão na conversa que Neymar mostrou na internet, o que indica que o atleta poderia ter editado e apagado algumas antes de resolver divulgar.

Neymar da Silva Santos, pai do jogador Neymar, afirmou saber da existência de um vídeo feito pela mulher que acusa o atacante de Paris Saint-Germain e Seleção Brasileira de estuprá-la e também disse que a suposta vítima agrediu o atleta.

“Nós sabemos que ela tem uma imagem. Seria importante ela soltar esse vídeo. Ela mandou coisas para o Neymar dizendo que tem esse vídeo”, afirmou o pai do atleta durante participação, no estúdio, no programa Aqui na Band, da TV Bandeirantes, na manhã desta segunda-feira (3).

Segundo Neymar pai, o jogador percebeu uma tentativa de gravação por parte da acusadora quando ambos se encontraram em Paris, na França.

“Quando ele vai para o hotel novamente, ele percebe isso, e ele olha o celular dela em pé, na parede, como se estivesse carregando. Ele percebe que ela estava filmando”, disse.

O pai também disse que Neymar tentou fazer uma gravação, mas acabou se atrapalhando com o aparelho e não teve sucesso.

“Ele foi para o segundo dia e percebeu que ela estava com o celular. Então, ela começa a agredir ele. Ele tenta acalmá-la, porque está dentro do hotel e isso ia criar uma confusão. Ele sabendo disso tudo, consegue acalmá-la, sai do hotel e emite a passagem de volta”, afirmou.

Neymar da Silva Santos afirmou, ainda, que a mulher sentia que o jogador “não estava dando importância” para ela, mesmo sabendo que ele teria outras coisas para resolver.

É a segunda aparição de Neymar pai em um programa da mesma emissora para falar sobre o caso. No sábado, logo após a notícia da acusação de estupro ter sido dada pelo portal UOL e o ESPN revelar, na sequência, cópia do boletim de ocorrência registrado pela suposta vítima em uma delegacia da zona Sul de São Paulo, ele entrou por telefone, ao vivo, no Brasil Urgente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *