Jejum Intermitente,  Saúde e Bem Estar

Jejum Intermitente – Como ter seus Benefícios sem Precisar Praticá-lo?

Você sabe o que é jejum intermitente? Sabe como conseguir os benefícios dele sem precisar ter que fazer o jejum intermitente? Algumas pessoas não podem fazer o jejum por uma questão de saúde e outras pessoas por estilo de vida, tem gente que gosta de tomar um café da manhã com a família e jantar com os filhos, e esse estilo de vida não cabe o jejum. As vezes a pessoa está passando por um momento difícil e fica um pouco ansioso, não consegue ficar muitas horas sem comer. Então te pergunto, quer os benefícios do jejum? Nessa matéria, vou trazer como conseguir isso, então leia até o final.
Muitas pessoas falam, já tentei mas não consegui, não consigo ficar 12, 14, 16 horas sem comer mas eu queria alguns desses benefícios para a minha vida. Tem tanta coisa boa que o jejum pode trazer para a gente. Tem alguma alternativa? Sim existe uma alternativa que você pode fazer para ter alguns dos benefícios do jejum intermitente, principalmente os benefícios relacionados à sua saúde, quando pensamos no jejum a primeira coisa que vem à cabeça das pessoas é emagrecimento mas muitas pessoas na verdade já são magras ou então querem realmente mais benefícios relacionados à saúde. E quais são eles? São os benefícios relacionados a autofagia celular, esse é um dos principais benefícios que o jejum traz que é o nosso organismo estimular que as células defeituosas sejam consumidas durante aquele período de privação alimentar que o jejum traz. Como passamos teoricamente muitas horas sem comer com jejum intermitente o nosso organismo começa a “comer” autofagia, comer a própria célula, eles buscam priorizar obviamente as células defeituosas, que deu um tipo de dna diferente e isso acaba fazendo com que algumas doenças passem a serem evitadas o aparecimento mais precoce e dentre elas inclusive alguns estudos sugerem que alguns tipos de câncer, algum tipo de doença crônica degenerativa. Isso não quer dizer que o jejum vai curar o câncer vai evitar que você nunca pegue mas que as chances podem ser reduzidas porque essas células que são defeituosas vão ser consumidas antes porque na verdade o seu organismo cai em privação e isso também é muito interessante para o seu cérebro porque ele faz com que se consiga ter maior resistência dos neurônios conseguindo ter uma capacidade cognitiva, uma capacidade de sinapse cruzada melhor então o jejum é muito interessante para essa questão do rejuvenescimento, de evitar doenças crônico-degenerativas de uma forma mais precoce. É muito bom também a parte do cérebro a partir de inflamação então ele acaba tendo um benefício para a saúde muito interessante, por isso que muitas pessoas decidem seguir mas algumas pessoas não conseguem seja por uma questão de remédios que tomam ou por uma questão de medicação por uma questão de doença mesmo que não pode passar muito tempo sem comer ou por uma questão de estilo de vida.
E você se pergunta, como eu faço para colocar isso em prática? Hoje em dia existe uma alternativa que na verdade é uma dieta que imita o jejum, não é para ser feita diariamente para o resto da vida porque é uma alternativa um pouco radical mas algumas pessoas fazem por um período de cinco dias e depois passam seis meses e fazem por mais cinco dias novamente. Ficam fazendo duas vezes por ano nesse período de cinco dias para dar uma limpada, fazer com que seu organismo consiga consumir essas células defeituosas, estimular o bom funcionamento do cérebro e aí você passa seis meses sem fazer e depois passa por esse período de 5 dias fazendo. Essa dieta visa restringir a quantidade de calorias porque você tem que entrar nesse modo de autofagia então no começo nos primeiros 2 dias você faz 50% das calorias que você fazia normalmente, então se você come normalmente vamos supor 1200 calorias vai passar a consumir 600 calorias por uns 2 dias e depois disso passa para 40% por mais 3 dias como é muito pouca caloria o ideal é que não passe mais de 5 dias porque pode ter outros malefícios para o organismo, prejudica o sistema imunológico, fica muito cansado, fica muito estressado, não consegue produzir então o ideal mesmo é que faça 5 dias tá bom e além dessa questão da redução calórica é importante também que a proporção de macronutrientes seja boa então a principal base dessa dieta que imita o jejum são as gorduras boas e sabemos que mais ou menos 60% do valor energético total vai vir de gorduras boas.
Quais as gorduras boas? O abacate, o azeite de oliva extravirgem, as nozes, amêndoas, castanhas, a chia, a linhaça, essa vai ser a grande base da sua alimentação. Também terá mais ou menos 15% de proteína de bom valor biológico e magras porque não deve ter muita gordura saturada e o restante de carboidratos de baixo índice glicêmico. Muito focado em gorduras boas em proteínas boas se vê que não é a dieta da proteína porque a grande base da caloria da alimentação vem das gorduras boas, então ela vai ter uma dieta mais gordurosa mas com boas gorduras com um pouco de proteína e um pouco de carboidratos de baixo índice glicêmico, batata doce, pode ser o arroz integral, pode ser macarrão integral, podem ser carboidratos de outros legumes e verduras, pode ser carboidrato que venha da própria beterraba, da cenoura, da abóbora, enfim só contabilizar e até mesmo das frutas, é claro, contabiliza isso de forma a conseguir mais ou menos essa proporção e não se esqueça de fazer só por 5 dias porque é muito restrito e sendo assim o ideal é que você não passe muito tempo fazendo isso para não ter alguma carência nutricional.
Dois pontos que quero deixar claro:
Primeiro com relação ao peso, como essa dieta vai levar cinco dias você pode até emagrecer e provavelmente vai porque vai ter reduzido muito a quantidade de caloria no começo nos dois primeiros dias 50 % do que você deveria comer depois nos três próximos dias, 40% então a redução é super drástica mas são cinco dias, depois vai voltar a comer teoricamente as mesmas calorias que comia antes e se comer mais ainda porque você ficou com fome pode até engordar. Então cuidado com essa questão do peso, apesar de que o foco de quem faz essa dieta que imita o jejum não é o peso. Normalmente quem faz como falei visa os benefícios do jejum para a saúde, na parte fisiológica.
Outra coisa, não adianta nada fazer essa dieta, se matar comendo muito pouquinho, mudar toda a alimentação por cinco dias e ao sair dessa dieta ir para o fast food ou começar a tomar muita cerveja, chopp, muito álcool, muita gordura, muita fritura, muita proteína gorda porque assim todos aqueles benefícios que vc teve, vai ser meio que anulado, tipo 0x0. Então o ideal ao sair dessa dieta é buscar uma alimentação mais saudável, tentar mudar a sua vida, mudar sua visão de alimentação começando a consumir manteiga, gorduras boas pois é bom, pode acrescentar mais carboidratos bons como falei e tentar consumir o mínimo possível de alimento industrializado, com corantes, conservantes, com acidulantes, com muitos agentes químicos que são piores para o seu organismo.
Se você quiser fazer a limpeza por cinco dias pode tentar ver se o seu organismo se adapta, pode ser também que não se adapte, que só consiga fazer um dia mas tudo bem, você tentou. Lembre-se sempre que o mais importante que pegar cinco dias para limpar o organismo, é você no geral ter uma alimentação saudável equilibrada, variada, muitos legumes, frutas, verduras, gorduras saudáveis, proteínas magras em boa proporção, carboidratos bons, atividade física, um bom sono, tudo isso vai contribuir para uma boa saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *