Geral,  Não Lave os Frangos

Não Lave as Carnes como Frango e Peixe pois Corre o Risco de Contaminação.

Frango deve ou não deve ser lavado antes do cozimento? Essa dúvida sobre lavar ou não o frango antes do cozimento é bastante comum. E a maioria das pessoas optam por lavar esse alimento, como tantos outros, para garantir que esteja limpo antes de colocar na panela.

Entretanto, especialistas alertam que alimentos como frangos não devem ser lavados quando estão crus, pois os micróbios presentes podem se espalhar pela pia, contaminando utensílios de cozinha e outros alimentos que estiverem por perto. Segundo pesquisas, o frango não deve ser lavado antes do cozimento, alertam autoridades pois há risco de que a carne e os ovos contenham bactérias que podem se espalhar com esse procedimento. Para a maioria das pessoas, lavar os ingredientes antes de guardar ou fazer a refeição é um hábito bastante comum. Porém, especialistas alertam que alimentos como frangos não devem ser lavados quando estão crus, porque há risco de que os micróbios presentes se espalhem pela pia, contaminando utensílios de cozinha e outros alimentos que ali estiverem.

Essas bactérias podem causar várias doenças. O frango tem duas bactérias principais: salmonela e campilobacter. Eles podem causar diarreia e o campilobacter é um pouco mais sério, porque além da diarréia, ela pode desenvolver uma doença auto-imune. A Campylobacter, que tem como sintomas vômito, febre, dores abdominais, náuseas e diarreia. Aliás, ela é a uma das causas mais comuns de intoxicação alimentar. Esse microrganismo está presente não só no frango, mas também em outros tipos de carne, além de ovos, vegetais crus e leites não pasteurizados.

Por conta dos riscos, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) reiterou o alerta feito anteriormente por outras organizações de saúde. O motivo para a recomendação se deu pela quantidade de frango ingerida pelos americanos, que cresce a cada ano. Apesar disso, o alerta – emitido através do Twitter – dividiu opiniões: desde agradecimentos e rejeições (especialmente entre aqueles que não confiam na higiene das embalagens) até críticas sobre o teor alarmista da orientação. Segundo a BBC, o alerta ainda serve para os brasileiros, que com frequência recebem recomendações para lavar as aves antes de cozinhar.

Segundo o CDC, carnes, ovos e outros alimentos podem conter diversas bactérias, incluindo Salmonella, Clostridium perfringens e Campylobacter – todas elas relacionadas à intoxicação alimentar. Quando o alimento é lavado cru, há maior risco de propagação desses microrganismos nas mãos, superfícies, utensílios de cozinha e até mesmo nas roupas pelas gotas de água que se espalham. Aumentando assim, o risco de adquirir intoxicações gastrointestinais. Geralmente, esse tipo de intoxicação passa em alguns dias, porém, em casos bem raros, pode haver complicações, dentre elas hepatite, pancreatite e síndrome de Guillain-Barré – doença essa que leva o sistema imunológico a atacar os nervos, podendo causar fraqueza muscular e paralisia. Além disso, alguns grupos específicos podem ser mais vulneráveis a essas infecções, como gestantes, crianças menores de cinco anos, idosos e pessoas com sistema imunológico enfraquecido (incluindo portadores da AIDS).

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a maneira mais eficaz de evitar a contaminação é cozinhar bem a comida. As entidades de saúde ainda alertam para a importância de lavar as mãos antes e depois de manipular os alimentos, e também armazená-los de forma correta. Embale o frango e guarde-o na parte inferior da geladeira, para impedir que gotas de seu líquido caiam em outros alimentos, contaminando-os.

DICA: Sempre que tiver mexendo com qualquer produto cru, seja salada, carne bovina, frango, peixe. Tire tudo que está pronto para comer, louça limpa de perto. Limpa tudo bem. Não precisa nem ser cloro, você pode lavar com água quente, jogar água quente em cima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *